[Capas de Discos] Rush – Moving Picutres

À esquerda, a Câmara Legislativa de Ontário, Canadá, mundialmente famosa pela capa de Moving Picutres, oitavo álbum de estúdio do Rush.

Curiosidade: no último quadro à direita, podemos ver o pentagrama que estampa a capa de 2112, quarto álbum da banda, lançado em 1976. No meio, a pintura Dogs Playing Poker, de C. M. Coolidge. E no último quadro, à esquerda, uma encenação da morte de Joana d’Arc (interpretada pela fotógrafa Deborah Sammuels). Os carregadores seriam Kelly Jay (vocalista do Crowbar, outro grupo canadense) e Bob King (que já havia trabalhado como modelo do Rush para a capa de Hemispheres, sexto álbum do power trio, lançado em 1978).