Tributo a Lauryn Hill, a mixtape

No embalo das comemorações em torno do álbum The Miseducation of Lauryn Hill (que completou vinte anos no dia 25/08), relembremos a mixtape organizada por DJ Mpenzi. Só dar play.

Tracklist
Intro
When It Hurts So Bad
Sweetest Thing
Tell Him
Superstar
Vocab (Refugees Hip-Hop Mix)-Fugees
To Zion
Can’t Take My Eyes Off Of You
I Used To Love Him
Ready Or Not-Fugees
Fu-Gee-La-Fugees
All My Time
Interlude
Killing Me Softly-Roberta Flack
Killing Me Soflty-Fugees
This They Say- Method Man Feat. Lauryn Hill
Don’t Cry Dry Your Eyes- Fugees
If I Ruled The World-Nas Feat. Lauryn Hill
All That I Can Say-Mary J. Blige Feat. Lauryn Hill
Ex-Factor(Simple Mix)
Every Ghetto Every City
Nappy Heads(Remix)-Fugees
Boof Baf-Fugees
The Sweetest Thing(Remix)
Doo Woop (That Thing)
Forgive Them Father
Outro

O reggae dos Rolling Stones

“Cherry Oh Baby” foi lançada em 1976 no álbum Black and Blue, marcando um raro retorno do grupo ao mundo dos covers (algo que eles praticamente abandonaram depois dos anos 1960).

A composição é de Eric Donaldson, e data de 1971. A versão dos Stones foi gravada em 1973, nas sessões do álbum Goats Head Soup, na Jamaica.

Ao longo da produção de Black and Blue, a banda pôde fazer o primeiro registro sonoro com o novo guitarrista, Ron Wood, na faixa “Hey Negrita”. Em outros takes, as seis cordas eram revezadas entre os integrantes.

Ouça a versão original de “Cherry Oh Baby”, com Eric Donaldson:

Charlie Watts certa vez declarou:

A influência do Reggae nas músicas de Black And Blue vieram principalmente de Keith (…) Mick certamente estava focado no reggae. Eu tinha todas as gravações (de reggae) comigo quando nos mudamos para a França e quando estávamos gravando faixas para o Exile On Main Street, na casa de Keith. Eu tocaria “Cherry Oh Baby” para ele ou ele a tocaria para mim. The Harder They Come foi um álbum que Keith ouvia muito.

É verdade que a versão dos Stones é meio quadradona, mas vale pela curiosidade. A faixa ainda contou com Mr. Billy Preston nos teclados.

Bônus: Uma raríssima gravação ao vivo da canção, captada em 1976 na França:

A primeira vez do Pearl Jam na Europa

No dia 3 de fevereiro de 1992, o Pearl Jam se apresentou pela primeira vez no continente europeu. Na ocasião, a banda promovia seu álbum de estreia, Ten, lançado em agosto de 1991. E apesar da péssima ou quase inexistente divulgação do show, o grupo conseguiu reunir 300 pessoas no The Esplanade Club, em Southend, Inglaterra.

Entre os vários momentos de interação protagonizados pelo vocalista Eddie Vedder e a plateia, destaque para o pedido de “‘Hunger Strike” (educadamente respondido com a frase “Mr. Cornell, are you here? If Chris is here, we’ll play it”) e a quase versão de “Outshined”, do Soundgarden.

No dia seguinte, a banda fez outra estreia, desta vez na televisão europeia, pelo The Late Show, da BBC2 . A turnê continuaria por outros países do velho mundo, como Noruega, Suécia, Holanda, França, Espanha e Itália.

Mas vamos ao que interessa, a primeira vez do Pearl Jam na Europa. Play!

Setlist
1 Wash – 04:17
2 Once – 03:25
3 -banter- – 01:55
4 Even Flow – 05:21
5 State Of Love And Trust – 04:07
6 Alive – 05:42
7 Black – 05:41
8 Why Go – 03:24
9 Jeremy – 05:01
10 Outshined – 00:40
11 Leash – 02:40
12 Jam – 02:47
13 Porch – 06:16
14 -chant- – 01:41
15 Release – 05:08
16 Breath – 06:12